cartes de visite

Bella

De repente a Bellinha que eu conheci vira Bella Borges. Bella cheia de surpresas,
Bella que se define em um pequeno texto emocionante. Bella que merece resposta, daqueles
que a veem desse modo tão especial como ela mesma se define.

Bella adolescente, que gosta de coisas de adolescente, bandas adolescentes, programas de
adolescentes, mas sempre se apresenta centrada e tranquila. Bella bem educada. Bella que
cresce, mas cuida de sua criança interior. Sábia Bella! Espero que essa criança divertida e leve
acompanhe você para sempre, acho que é dela que vem seu sorriso que começa nos lábios e
vai até o olhar.



Bella romântica, Bella que sonha. Bella que, infelizmente, ainda vai descobrir que a vida e as
e as pessoas nem sempre são doces como você, e nem sempre correspondem ao seu sorriso.
Bella que descobrirá com quantas lágrimas se faz um sorriso. Bella que saberá buscar em todos
nós o remédio nessas horas. Bella que nunca vai esquecer de sorrir.



Bella sensível, gosta de bichos, vai ser veterinária! Bella que sabe encontrar nos animais bons
amigos. Eles realmente precisam de pessoas como você. Bella que escuta sua vocação. Bella,
tão Bella e intensa, que se divide: será também escritora!



Bella que nos intriga: menina ou “moça feita”, calma por fora, escritora por dentro, Bella
romântica que mora no Brasil mas seu coração mora em Londres! Bella que se descobre,
Bella que sonha, Bella que conquista seus sonhos. Bella que cresce e se desenvolve sob nossos
olhares, Bella paradoxal: se apresenta Bella, mas a vemos sempre Bellinha.

Ingrid Atayde – GO 06/04/2012